Rejuvenesça com o transplante capilar!

O cabelo é determinante na autoestima, e a grande prova disso é a procura crescente pelo transplante capilar, não apenas por homens, mas também por mulheres: nos últimos 30 anos, mais de 2 milhões de pessoas passaram pelo procedimento.

Hoje, com as mais modernas técnicas, o resultado fica muito natural, as cicatrizes são mínimas, e é possível maximizar o aproveitamento dos cabelos a serem transplantados.

O CIPE é comandado por dois dos maiores especialistas em tricologia em atividade no Brasil. Eles oferecem sua experiência para atingir os melhores resultados para os pacientes.

Dr. Valcinir Bedin

- CRM: 39.013
- Médico pela Universidade de São Paulo - USP
- Mestre e Doutor em Medicina pela UNICAMP
- Prof. convidado da Universidade Vadois - Lausanne - Suíça
- Presidente da regional São Paulo da Sociedade Brasileira de Medicina Estética
- Presidente da Sociedade Brasileira para Estudos do Cabelo

Assista a entrevista do Dr. Bedin ao programa Beleza Hoje

Dr. Adriano Almeida

- CRM: 119.415
- Diretor da SBC - Sociedade Brasileira do Cabelo
- Membro da ISHS - Sociedade Internacional Restauração Capilar
- Professor de Cirurgia Dermatológica do Instituto BWS
- Pesquisador da UNICAMP

O Dr. Adriano de Almeida, diretor da Sociedade Brasileira do Cabelo (SBC), tira as principais dúvidas sobre o procedimento. Confira:

Eu posso fazer?

Esta é uma pergunta que todo paciente a ser submetido a um transplante de cabelo deve fazer em sua consulta para, finalmente, decidir pela cirurgia de restauração capilar. Em geral um bom candidato ao transplante de cabelo tem uma boa densidade capilar na área que doará os cabelos para as demais, no caso a região posterior da cabeça, ou “occipital”.

Como é feito o transplante?

A cirurgia é realizada em ambiente cirúrgico, com sedação e supervisão de um anestesista. São utilizados instrumentos como lâminas de corte personalizadas, que asseguram a precisão inigualável das incisões. Um procedimento de transplante de cabelo pode levar de 6 a 8 horas, dependendo da dimensão e do número de cabelos a serem transplantados, além da complexidade do transplante.

Desenvolvimento dos cabelos

Em média, os enxertos transplantados começam a se desenvolver no período de 03 a 06 meses do pós-operatório. O crescimento mais significativo dos fios será entre o sexto e o oitavo mês, podendo se desenvolver até 24 meses após a cirurgia.

As vantagens das megassessões

Os transplantes podem ser feitos em megasessões, com o enxerto de 2000 a 3000 unidades foliculares. Outra opção são as gigasessões, onde podem ser implantadas mais de 4000 unidades foliculares. Essas duas opções são seguras e têm resultados excepcionais.

  • Melhor rendimento e sobrevivência do enxerto;
  • Menos cicatrizes;
  • Menor tempo de inatividade do paciente no pós-operatório;
  • Resultados mais rápidos e satisfatórios.